Poluição e Stress da Pele

Poluição e Stress da Pele 2017-09-11T17:45:10+00:00
Poluição e Stress da Pele Poluição e Stress da Pele tratamentos faciais homem poluicao

A pele reflete a sua saúde e o seu estilo de vida.

  • Benefícios:
    Vitaminas e oligoelementos transportados até às células através de técnicas de massagens relaxantes, revigoram a pele intoxicada e em tensão.
  • Resultados:
    Pele desintoxicada, descontraída, oxigenada. Visivelmente mais jovem e uniforme, apresenta um aspeto saudável.
  • Causas:
    O stress, seja o profissional ou o do quotidiano, é um fator condicionante que se reflete no cansaço da pele. A exposição não protegida à radiação U.V., ao fumo e à poluição, hábitos comportamentais menos saudáveis (tabaco, álcool, dormir poucas horas), deficiente ingestão de frutos e legumes, falta de vitaminas e nutrientes, comprometem a oxigenação celular.
  • Tratamentos com protocolos exclusivos:

    • Transderm Detox (eletroporação de Oligoelementos e Vitaminas);
    • Bio Detox (algas microfragmentadas® em cataplasma);
    • Carboskin (terapia oxigenante com Carboxiterapia CO2)
    • Cosmecanique LPG® (ginástica cutânea);
    • Green Peel® (renovador celular biológico);
    • Micropuntura (estimulação cutânea com vitaminas);
    • Champagne Peel (peeling e Vitamina C)
    • Dermoabrasão Médica controlada, com cristais de coríndon (mineral);
    • Suplementos Alimentares Biológicos® (antioxidantes, vitaminas e oligoelementos).

  • Conselhos:
    Inicie o tratamento com uma Limpeza de Pele especializada. Diminua a espessura da pele e livre-a de células mortas. Desintoxique-a. Complemente com um choque de vitaminas. Tome um suplemento antioxidante. Coloque em casa produtos oxigenadores.
    E, constate a diferença. Para esta sequência de tratamentos, disponibilizamos profissionais qualificados para uma avaliação cutânea.
  • Científico:
    Radicais livres são átomos ou moléculas que apresentam um elevado poder oxidante. A presença excessiva de radicais livres, leva à sua acumulação e consequentemente à incapacidade do organismo em neutralizá-los – stress oxidativo.
    O stress oxidativo é o desequilíbrio entre o nível de substâncias oxidantes (capazes de provocar lesões a nível celular) e as defesas do organismo.
    Não apresenta sintomas e não tem uma relação causa-efeito evidente. No entanto, está associado ao aparecimento e evolução de doenças cardiovasculares, aterosclerose, doenças neurológicas, neoplasias, diabetes, doenças pulmonares e ao processo de envelhecimento.
    O valor de stress oxidativo é determinado pelo teste de FORT (Free Oxygen Radicals Testing).